Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia a Dia


O galo canta, abre os olhos, levanta
Lavar o rosto, fazer ablução
Da torneira nem um pingo
Água cortada, mais uma decepção
Criança chora, sentimento sem nome
Dor na barriga, é fome
Não tem gas no fogão
O dinheiro não deu nem para o pão
Barriga vasia
Panela vasia
Vida vasia
Não adianta cair no desespêro
Não tem comida, mas tem o tempêro
Tempêro forjado na dor
Tempêro ensopado de suor
Tem ainda fugaz esperança
Na creche o leite da criança
Desce a rua, se dirige ao local
Dá de cara com um guarda boçal
Portão fechado
Seria feriado ?
No cartaz, aviso breve
- Estamos em greve -
Encarapita o filho no quadril
Volta à casa a mãe do Brasil.



GDaun
Enviado por GDaun em 11/08/2006
Código do texto: T213798

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43006 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:56)
GDaun