Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontrei o Caminho da Solidão

Encontrei o caminho da solidão...
Vi escombros, vestígios de abandono em todo lugar.
Alguém, um dia, deixou de amar este pedaço de mundo,
E as razões estavam em todo lugar.

Em frente, pude encontrar cacos
Do que um dia foi um espelho
Ao lado, fotos... imagens quase apagadas
Do que talvez, tenha sido uma união...
Vi flores pisadas, jóias quebradas
E presentes mal abertos...
Quem sabe foram restos de uma briga,
Provas de uma separação?
Meus olhos podiam ver a miséria do passado,
Em coisas fúteis espalhadas pelo chão,
Mas não entenderiam porque um dia guardá-las
Ao invés de enterrá-las...

Nunca esperei ver beleza onde se cheira mortalidade...
Porém ali,
Vi algo enaltecer minha vontade de sentir prazer
Um bibelô, cravejado de pedras... poucas delas...
E consegui imaginar quantas vezes
Aquele objeto lindo foi admirado antes de cair no chão
O meu prazer estava guardado com aquela imaginação...
Quem queria se livrar de um presente?
Quem queria apagar uma bonita lembrança da memória?
E eu sei... que um dia, todos queremos.
Ou será que o bibelô queria se livrar de tantas pedras?
Mas esse é o grande enigma da solidão...
Tentar acreditar no que seus olhos podem ver,
Mas não podem tocar.

Gita Habiba
Enviado por Gita Habiba em 11/08/2006
Código do texto: T213992

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gita Habiba). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gita Habiba
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 39 anos
305 textos (101501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:50)
Gita Habiba