Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exausta


Sinto-me
mergulhar
bem no fundo
desta tralha
que é a vida.

Tento erguer-me
subir as paredes
laterais,
mas escorrego,
volto a cair
exausta
já nada
me interessa
prefiro o fim

o fim de tudo
o fim da vida

nem sei
como aqui
vim cair
sinto que
algo
me atravessa
o coração
deixando-o
em farrapos
desconcertados
pedaços
rasgados
deitados
ao chão

não me chamem
deixem-me ficar
se por acaso
adormecer
não me espreitem
nem me venham ver
deixem-me apenas.




Fera Ferida
Enviado por Fera Ferida em 12/08/2006
Código do texto: T214612
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fera Ferida
Portugal, 41 anos
59 textos (1660 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:17)
Fera Ferida