Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Filme Antigo

O filme antigo no ultrapassado vídeo cassete,
traz-nos trailers anunciados e já esquecidos.
Na alma brota a nostalgia dos amores idos.
Saudade indefinida do que não mais se repete.

Na Era Digital, nostalgia não rima com mais nada.
O circulo da vida em que rodopiamos é o nosso limite.
Físico, concreto, real (?). Findou-se a utopia que já nos foi dada.
Cavalheiros e Damas: é proibido ser apenas triste.

Filmes antigos são anjos caídos.
Tempos que se remontam.
Mais ação! Menos luz! Quando foi que ficamos desvalidos?

Corpos e espíritos moídos.
Olhos embaçados por antigos e belos dramas.
Preto e branco, quiçá mudo. Sem coloridos.
Sem heróis robóticos; só homens e mulheres. Talvez camas.

Olha, aquele ali no filme poderia ser qualquer um.
Seria eu? Ou qualquer outro ator corroído?

Filmes antigos, vídeos antigos, sentimentos antigos.
Tudo ajeitado em prateleiras sombrias. Esquecidos.
E com os prazos vencidos.

Fabio Renato Villela
Enviado por Fabio Renato Villela em 12/08/2006
Código do texto: T214619
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
1758 textos (329284 leituras)
1 áudios (27 audições)
4 e-livros (4093 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:20)
Fabio Renato Villela

Site do Escritor