Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pa-lavra


Palavra pão,
pá lavra o chão,
aterra a fome
que a terra come
toda ambição.

Falava peão
palavra pão
se ara o sul
seara azul
de céu e grão.

Quem planta pranto
não colhe não
sofre a safra
no rasto gasto
da ingratidão.

Jogo de jugo
Consome o homem
Pela opressão.
Se a mente é livre
Semente vive
Servente grão.

Palavra agrária
Agre ilusão...
Pá lavra, lavra!
Pá lavra, lavra!
Revira o chão.!

Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 12/08/2006
Código do texto: T215161

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:52)
Vaine Darde