Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Voces mulheres


Se a vaca foi pro brejo a culpa não é minha. Tentei de todas as formas segurar as pontas, ou seu chifre,
rabo ou o que quer que seja, mas infelismente foi, em riste.
A culpa na verdade não é de ninguém.
Só Deus sabe de quem.
Não é dela, não é sua, não é minha.
Oh! pobre tadinha.
Pensando melhor, é de todos nós.
Nós que às vezes nos deixamos levar por ocasiões ou circunstâncias, nos deixamos levar pelo tolo coração
invés da maldita razão,
não aquilatamos adequadamente as diferentes
vetentes
de um assunto, e damos com os burrros n'`agua, ou melhor, a vaca vai pro brejo.
Tirá-la de lá já são outros quinhentos.
Destartes todos os intentos.
 A gente não deveria permitir que fosse, mas foi. E  daí ?
Culpar alguém pelas nossas sandices, chorar o leite derramado, não exime responsabilidades. Não resolve o problema, à vezes até o complica, só agrava.
Quisera eu resolver os problemas do cotidiano, levar uma vidinha sem grandes horizontes, dormitar no deleituoso leito da pasmaceira.
Mas qual, as coisas não são bem assim.
Ela é e será sempre o meu maior dilema,
para não falar ser ela a responsável direta de todo  problema,
queixas, angústias, depressão, dores
e dissabores
 de outros milhões de homens, os ditos representantes do sexo forte. Forte como uma bolha de sabão que volita ao sabor do vento; principalmente quando ela aprendeu como dominar a tecnica do "Sex appeal", de como ganhar um trouxa em duas lições:
1º . Atrai,
2º.  Ferra.
Essas vorazes caçadoras, verdadeiras Amazonas, que tal certas fêmeas de insetos, após o sexo para garantir a reprodução, devoram o macho.
Óh! , isso é escracho.
Essas nossas fêmeas não nos devoram na acepção da palavra, mas nos sugam qual vampiras, nos dominam e nos destróem sentimentalmente.
Moralmente.
É um suplício ridículo.
E assim vão levando e aumentando sua fieira de presas, conquistadas sem a mínima parcimônia e com a maior desfarçatez do mundo.
Pobre de nós, IDIOTAS.
GDaun
Enviado por GDaun em 13/08/2006
Código do texto: T215305

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (42997 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:36)
GDaun