Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho Irreal


Com o passar do tempo ele percebeu que algo não era normal

Alguma coisa dentro de si estava a destoar, já era um sinal

Palpitações , desritmia, ofegava, mudança da pressão arterial

Alguma coisa estava ocorrendo, melhor se para o bem, nada mal

Mas que era essa coisa, essa atormentação infernal ?

Sempre fora equilibrado, boa saúde. Exageros? Só o trivial.

O tempo passa, tudo está diferente, é uma situação tal e qual

Não se queria, não a esperava, mas por infortúnio, ocasional

Levar o pobre a Ter arrepios de incompreensão, nada intencional

Mas a uma situação desesperante, fatal.

Percebe, no entanto, que tudo se relaciona a certa pessoa, sensual,

De lindo porte, corpo esguio, cabelos sedosos e rosto angelical.

Quando a vê, sente que o mundo está prestes a cair sobre o tal

Fazendo com que tenha pensamentos não ortodoxos, sem dela o aval.

Pensa em como sair da situação, busca respostas, é coisa passional.

Pensa em mil alternativas, mas nada é funcional.

Sonha acordado com sua musa, sua deusa, sua alteza real.

Continua impotente diante da situação, pensa por no embornal

Toda essa paixão, mas ela é digna, não pretende lançá-la no lodaçal,

Conspurcar sua imagem altaneira, nem complicar sua vida social,

Seu convívio marital, dever conjugal, amor paterno e filial.

Mas, porém, ela não lhe sai da cabeça, fere como punhal.

Tem pensamento sepulcral, mortal, mas covardia seria fugir, legal

Seria poder tê-la um dia, mesmo por pouco, tipo vesperal

Facilitar sua atarefada vida, escapulir do enxoval
de intrigas maledicentes, do escândalo do vir a saber, mas virginal

Como se fosse a primeira vez, se entregar a ele, satisfazer o visional

Para que ele se pudesse, lhe construísse uma redoma de cristal
E alçasse ao céu de forma angelical, se colocasse a ele, simples mortal

Perfumada com odor de flores, como uma rosa em jardim celestial.

Tê-la nem que fosse para apenas admirar, em turbilhão espiral

Sentir o afago do que sempre lhe foi irreal.
 
GDaun
Enviado por GDaun em 13/08/2006
Código do texto: T215360

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43002 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:05)
GDaun