Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ora, Senhor Doutor...


Sois homem importante, cheio de pseudo-esplendor,
Sois senhor doutor, tens tuas incontáveis virtudes,
Homem de bens, cheio de autoridade, de pseudo-atitude,
O que queres de mim? Ora, julga-mes um ser inferior?!

Queres também meus elogios, minhas preciosas ovações?
Almejas aumentar o leque dos teus fiéis e submisos aduladores,
Pois não, senhor doutor, não serei mais um dos teus consoladores,
Conheço-te de tempos... de outros eventos e eleições.

Eleições, promessas, utópicas ações e enganosas canções,
"Farei isso, farei aquilo..." diz tua boca repleta de dentes brancos,
Queres nos seduzir, e, sorridente, queres ouvir: "Nós te adoramos!"
Sois mestre das "convincentes" palavras bonitas e das pseudo-razões.
Ora, "estimado" senhor doutor, conheço-te de várias e várias... eleições.




Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 14/08/2006
Reeditado em 20/08/2006
Código do texto: T215985
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1095 textos (55953 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:15)
Fábio Pacheco