Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MÁQUINA DO MUNDO...

A Máquina do Mundo não se abre com chave,
não se traveste, não se vende por nada,
é Sistema de sensibilidade que só funciona a Paixões.

                                  É astrolábio dos Amores:
                                  medem-se alturas das razões,
                                 distâncias necessárias, larguras dos Espíritos.

Única Flor da vida inquebrantável, suave,
ora nos provoca, ora se oculta,
só é verdadeiramente tomada pela “Violência”.

                                   A Máquina do Mundo enterra as ilusões,
                                   dá vida aos ossos secos,
                                   tritura Baco, esmaga Apolo.

Nela estamos no último Céu,
não há ciência, não existe saudade,
nenhum espelho reflete nossas míseras imagens.

                              Aqui, incha-se de tanto emagrecimento,
                              adoece-se engolindo tolices,
                              morre-se afogado em mentiras.

Rasga, pois, o peito, abaixa a guarda,
ateia fogo na pólvora de teus auto-enganos
e a Máquina, circunspecta, talvez se entreabrirá.
   


                                                                         
                                                                         

Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 14/08/2006
Reeditado em 03/12/2009
Código do texto: T216167
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1005 textos (256728 leituras)
1 áudios (296 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:09)
Ary Carlos Moura Cardoso