Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MENINA POETA


Você é poeta, mas anda tão quieta.
A quietude que te encontra no tormento dos teus pensamentos é tua aliada.
Faz do teu silêncio teu mundo de agora.
Encontra no nada o teu tudo para recomeçar.
Você é sagrada, divina.
Que espera de ti, poeta? Tradução? Sentido que te leva?
Acaricie o invisível.
Imagine o impossível.
Faz das linhas, dos horizontes, de cada estrela uma luz brilhante.
Faz a esperança renascer em cada verso que escrevas.
Dá sensibilidade em tuas mãos.
Faz do céu teu chão vasto.
Muda teu mundo com razão.
No coração do poeta a vida não cala.

FLORA DO AR
Enviado por FLORA DO AR em 14/08/2006
Código do texto: T216195
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
FLORA DO AR
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 33 anos
21 textos (1009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:17)
FLORA DO AR