Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ratos da Nação queijo

Oh bela e imensa Nação
Da qual sou parte e
Amo como amo os
Que de mim descendem

Por que os homens que
Ousam dirigí-la não
Executam a tarefa com
A lealdade que a ti merece

Por que como ratos
Perante ao queijo, buscam
O caminho da deglutição
Total? E o povo?

Homens e mulheres fortes,
Sofridos, mas com um
Brilho indelével da esperança
Faiscando na alma

E à cada brasileiro nascido
Resta a austeridade, o
Exemplo daqueles que amaram
E amam a Nação mais bela
Do mundo, o Brasil!
Telêmaco Marrace de Oliveira
Enviado por Telêmaco Marrace de Oliveira em 15/08/2006
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T216869
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Telêmaco Marrace de Oliveira
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 44 anos
259 textos (58286 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:23)
Telêmaco Marrace de Oliveira