Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÕE O PÉ NA ÁGUA...

Clamas a quem? Por que não marchas?
o temor, o medo, são vírus da pequenez.

Vamos, levanta a tua face,
endurece o teu coração para os pessimistas,
aparta de ti a desesperança.

 Os mares se abrirão!

Tua herança maior é abalar os abismos.
que venham, pois, as intempéries,
que os infernos ribombeiem trovões.

Eleva a tua voz em cantos de Libertação,
livra o teu Espírito dos lixos humanos,
esconde-te na firme Rocha de Sarom.

 Os mares se abrirão.

Sei que os fardos são duros,
sei que o mundo é implacável,
mas não valem um segundo da tua existência.

Vamos, ergue-te,
não esmagues o teu futuro contra as pedras,
tributa, sim, Louvores a Deus.

Lembra-te: “o homem é como um sopro;
os seus dias, como a sombra que passa”.

Se meneiam as cabeças contra ti,
se intrigas te sobrevêm,
não te abales, almas miseráveis estão sempre à espreita.

Os mares se abrirão.

Clamas a quem? Por que não marchas?
o temor, o medo, são vírus da pequenez.





Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 15/08/2006
Reeditado em 03/12/2009
Código do texto: T217028
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1003 textos (256593 leituras)
1 áudios (294 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:35)
Ary Carlos Moura Cardoso