Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdi mas, ganhei a possibilidade de voltar a amar...

Feito criança entreguei-me
Fascinada pela beleza das tuas palavras
Como adolescente apaixonei-me
Desmedidamente através dos teus beijos

Embebedada de sonhos
Vedei os olhos as pequenas coisas que fazias
Acreditei que apenas a mim me amavas e amarias
Que era eu a tua rainha

Vivi um sonho sozinha
Um amor a solo
E na solidão da noite conseguia ver-te mesmo na tua ausência
Quando chegavas fingia não sentir a tua entrada galopante
Para ter-te apenas por instantes, ali na minha cama

Quantas não foram as noites que vieste com um perfume estranho
Tantas as vezes que encontrei vestigios de mulher
Deixei que permanecesses na esperança que mudasses
Mas, a cada dia que passava...via-te partir

Quantas não foram as noites que te esperei para jantar
As velas iluminavam um rosto em lágrimas
A noite mergulhava, fazia-se madrugada
Embebedei-me de silêncio para não expressar a dor
Para que sofresse apenas calada por este amor

Hoje pedi que partisses
Que saisses e fechasses a porta
Troquei a chave da fechadura
Fiz-te a mala e deixei-a do lado de fora

Hoje sinto um vazio intenso
Sinto a falta do teu respirar
As trocas se desejos profundos
Do sussurrar no ouvido quando nos amavamos

Hoje não entendo, como nunca entendi o porquê...
Não sei o que te faltava, porque nunca me falaste
Amei-te tanto...
Mas, melhor assim
E se perdi alguém, ganhei a possibilidade de voltar a amar
LDias
Enviado por LDias em 16/08/2006
Código do texto: T217602
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LDias
Moçambique, 35 anos
52 textos (3165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:23)
LDias