Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


NA ARREBENTAÇÃO
 
No livro do tempo,
minha vida parou
na porta do mundo...
 
Inconseqüente,
só pensava no agora.
 
Desconhecia
o verdadeiro sentido
da existência...
 
Não mais posso reverter
o caminho das horas.
 
Nas imperfeições
em mim expostas,
as emoções desgovernadas
decaem em páginas
amareladas.
 
Empoeiradas
no porão dos sentimentos
não mais argentados.
 
O brilho do olhar,
que reluzia
qual cristal,
trincou
e embaçou...
 
Nas lágrimas tantas
que derramou.
 
O amor, um antigo
desconhecido,
nos arrebóis da saudade
se assentou indefinido...
 
Ora, sou um pedaço de corpo,
um ser pouco e louco
que num vôo arribou.
 
Nas ondas da arrebentação
mergulhou fundo
no incerto mar da solidão
e, silenciosamente
lá ficou...
 
01/05/2006
Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 17/08/2006
Reeditado em 21/10/2009
Código do texto: T218278
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60687 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:00)
Anna Peralva