Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACORDEI DE MIM

ACORDEI DE MIM
FLAVIO MPINTO

Brincando de faz de conta
Esqueci de você
Esqueci de mim
Esqueci de viver

Olhando a roda da vida
Esqueci de tudo
Fiquei quase mudo
E esqueci de viver

Não esperava chegar a tanto
E como por encanto
Como por mágica
Acordei de viver

Me cobrei demais
E no decorrer da vida
Sem uma esperança sentida
Esqueci de morrer.

Acordei para a vida
Despertei fagulhas candentes
Absorvendo a luz bela
Que vem do oriente

Tinha esquecido a vida
Olhado só para estradas perdidas
Sem vislumbrar o horizonte

Que agora se mostra grandioso
E eu ansioso
Galoparei aquela estrela cadente.

FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 17/08/2006
Código do texto: T218932

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94137 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:32)
FLAVIO MPINTO