Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deserto de Miragens Presunçosas


Como esperei por apenas um olhar
Oh querida! Vivo sóbrio por ti a suspirar
Sempre próximo, mas não perceptível.
Estará a esperança sepulta em mim?

Às vezes nos longos delírios da febre
Invoco em desespero por ti somente
Mas sei que nunca iria escutar a suplica
Agora tão longe estais de mim novamente...

Lembro-me de teu sereno semblante
Ainda detenho essa imagem dentro de mim.
Perdido num instante que passou e preso fiquei...

Por noites interas a sonhar com você
Afogado em minhas magoas eternas
Vivo só num deserto de miragens presunçosas.

Chronos Sigdhara
Enviado por Chronos Sigdhara em 18/08/2006
Reeditado em 18/08/2006
Código do texto: T219219
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chronos Sigdhara
Gama - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
91 textos (2205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:45)
Chronos Sigdhara