Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sumo da expressão

Procuro palavras certas
nas horas certas
mas elas nem sempre vêm
nem sempre saem
nunca batem com força.

Como expressar a sua alma
se você não a vê
não a sente
se ela tem alma própria?

Ó doce instante das luzes
dos sonhos
da epifania
do meu sumo, amargo e vivo.

Aqui está alguma parte
que ainda se cala
mas expressa algo
que só os sensíveis percebem
só você entende

e que se eu tiver sorte dói uma dor gostosa, melancólica e pura.
D Ana
Enviado por D Ana em 18/08/2006
Reeditado em 18/06/2013
Código do texto: T219334
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
D Ana
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 29 anos
32 textos (2685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:29)
D Ana