Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fraternal...Ainda que...

Magoastes a amiga..
Sem dó nem piedade
Profanastes a amizade
Feristes de morte a tua e a minha guarida...

Ato covarde..
Sem aviso..sem alarde
Na surdina..na maldita maldade
Na fria e calma atitude
Do pensar que iludiu..que ilude...

Ato cometido com a presteza da total sanidade
Ato cometido com a certeza da total impunidade
Deus!! Quão tolo..atolado estás agora na pouca coragem
Nem mesmo sabes enfrentar meu olhar sem maquiagem...

Dá-me pena..
Tua alma em tormentas
Minha alma dolorida mas em paz, serena
Mas a vida é de escolhas, e a tua foi pequena...

Ir-me-ei..não, meu adeus eu não darei..
Pois eu perdoaria se partisse de um amor,  imenso..grande
Mas eras meu amigo de todo e qualquer instante..
Hoje és um livro lido e relido. Última página..eu virei..

Mas guardo na estante, no da vida..arquivo morto..
Fui..FIM!

Dorothy Carvalho
Dorothy Carvalho
Enviado por Dorothy Carvalho em 20/08/2006
Reeditado em 21/05/2015
Código do texto: T220628
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dorothy Carvalho
Rubiataba - Goiás - Brasil
351 textos (53931 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:55)
Dorothy Carvalho