Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo, a dor e a frustração.

Não adianta falar, querer argumentar
Se o olhar está apenas numa direção
Se o sentimento encontra-se fixo e não quer abrir mão

São palavras jogadas ao vento
Que não encontrará eco e nem resposta
Não conseguindo penetrar por uma muralha exposta.

Assim é o coração, assim é a razão
De um pensamento alienado
Por alguém que se fechou num fato.

Nada é capaz de fazê-lo refletir
Não há possibilidade de abrir-lo para o pensar
É um condicionamento que não consegue romper-se.
Por mais insistência e argumento que possa ter.

O homem muitas vezes é assim
Fechado e preso em si mesmo
Sem conseguir olhar para a amplitude
E perceber a dor de suas atitudes.

Somente o tempo, a dor e a frustração
É capaz de desmoronar a barreira
De um pensamento condicionado
Para que se abre e seja libertado.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 20/08/2006
Reeditado em 20/08/2006
Código do texto: T220844
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1218949 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:36)
Ataíde Lemos

Site do Escritor