Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bem-comum



Sangra a solidão
de um povo sem
luz.

Véu da inocência
rasgado em tiras
de crueldade.

Absoluta dissonância
com a Mãe-Justiça:
abandono, engano.

Desesperança é o único
alimento que sustenta
o corpo cansado de acreditar.

Reflexóes ao pôr-do-sol
não fazem da minha pátria
um país melhor.

Ações para o bem-comum,
que amanheçam com o dia
e jamais anoiteçam,
podem tudo isso mudar.

SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 20/08/2006
Código do texto: T221212

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29986 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:41)
SueliFajardo