Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conflitos

Agoniada como um pássaro preso
Perco-me entre tanto medo
Meu sorriso já não se faz iluminado
O tempo se arrasta com lagrimas
As noites ficam mais negras
Minhas asas foram decepadas
A solidão escorre como sangue
Em ferida aberta
Com idéias dilaceradas
O barco em que navego fica a deriva
A procura de um sentimento perdido
Meus gestos pedem ajuda
Meu olhar ignora minha falta de estima
Minha voz fica fraca
As pessoas cada vez mais distantes
Embriagada com este leve desespero
Deixei a vida escorrer pela madrugada
No mundo despeço
A sinfonia fica desigual
A vontade de perecer contamina
Até os mais contentes
Agora chegou a sua vez...
Cansei de ser infeliz por você

Enikcxs
Enviado por Enikcxs em 21/08/2006
Código do texto: T221970
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enikcxs
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 34 anos
33 textos (1484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:40)
Enikcxs