Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Banhas e Plumas

 Não empurre, tenha paciência,
 sua vez há de chegar.
 Ancas cupinosas inquietas
 buscam abrir a fila.
 Fungando lá vai ela,
 forçando entrar de qualquer jeito.
 Elevador gemeu.
 Por baixo, banhas,
 por cima, chapéu plumoso.
 Senhora, queremos respirar.
 Atchim1 faz alguém do lado.
 Que foi?
 Esse penacho...
 Nariz não aguenta mais
 tanta coceira.
 Elevador descendo, gemendo...
 Chegou.
 Saiu quem estava na porta.
 Alguém quer subir.
 Sobe, elevador.
 Quero sair. Como?!...
 Ponha esta senhora pra fora!
 Atchim!
 Alguém vai descer.
 Por favor, deixe esta senhora
 sair, para a gente respirar.
 Tire o chapéu.
 Atchim!
 Não tira não?
 Abriu-se a porta do elevador...
 Alguma coisa voou...
 Meu chapéu!...
 Meu lindo chapéu!...
 Virou ave, dona, virou ave!...
 
Zilda
Enviado por Zilda em 21/08/2006
Reeditado em 16/05/2008
Código do texto: T222138
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zilda
Brumado - Bahia - Brasil, 93 anos
52 textos (10065 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 07:59)
Zilda