Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Dia do Índio

Um dia à Brasília um protesto foi fazer
Demarcar sua terra e o direito de viver
Com muita tristeza esse dia ficou
Marcado na memória de um povo sofredor

Perdido da tribo e sozinho a vagar
Foi maltratado sem ter merecido
No enorme Distrito ele quis descansar
Num ponto de ônibus foi esquecido

Dormindo e sonhando o índio ficou
A inocência perdida ali se instalou
Em súbito momento ele veio acordar
Banhado em chamas sem poder gritar

A crueldade assolou todo Brasil
Encheu de vergonha uma multidão
Cinco delinquentes de um mundo vazio
Mataram o índio sem compaixão

Para o Brasil fica uma lição:
O pobre, o negro, o índio sem posição,
é muitas vezes sucumbido sem perceber,
Pelo branco, pelo rico, ou aquele que tem o poder!


*Homenagem ao índio Galdino que foi morto dormindo numa parada de ônibus em Brasília.

Gisele Lima
Enviado por Gisele Lima em 22/08/2006
Reeditado em 22/08/2006
Código do texto: T222320
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gisele Lima
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil
15 textos (1041 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:39)
Gisele Lima