Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dança Frenética ( Original em inglês)

Eu escrevi tantas palavras
E você nuca irá lê-las
Do jeito que eu leio, do jeito como eu sinto...
Apenas nós podemos saber o que elas significam.
Eu ainda procuro por deuses
Que possam me dizer as respostas,
Eu ainda procuro por você
E por suas palavras silenciosas.

Uma profunda irritação
Uma profunda, profunda felicidade
Uma profunda, profunda lamentação
Uma profunda, profunda chuva momentânea...
Chuva nossa.
O Tempo gira...
O Mundo gira...
O Tempo dança
Sua dança macabra
Nossa dança enlouquecida.
Ele irá passar
Como sussurros em meus ouvidos.
Nós nem sentiremos...
Mas ele continuará dançando
Sua dança macabra.
Eu e você
Você e eu
Num som frenético
Numa dança frenética
Corpos que se encontram na escuridão
Apenas feche seus olhos...

Um profundo, profundo e frenético som
Um profundo, profundo tapa
Tapa em seu rosto.
Tudo o que eu quis fazer antes
Foi beijar teus lábios,
te dizer adeus
E ir embora.
Um profundo, profundo abraço
Abrace-me
Me enlace,
Me mate.
Uma profunda, profunda lamentação
Eu sinto muito
Desculpe querido,
Desculpe...

Palavras confusas
Elas gritam em minha mente
Isso me deixa tão profunda...
Umas palavras
Uma profunda confusão
Uma escuridão profunda
Um profundo, profundo coração quebrado
Um profundo, profundo beijo
Um profundo... profundo profundo profundo...

As palavras gritam
Confusão
Bobagens
Em minha mente
Vindas de você

Corpos em nossa dança frenética
Dança do Tempo
Dança dos Deuses
Dança de Demônios
Faça isso real
Faça isso real
Profundo, profundo som
Profunda, profunda alma
Profundo, profundo sentimento
Dança do Tempo
Dança de Deuses
Ou Demônios...?
Não importa mais
Apenas feche seus olhos
escute as palavras confusas
Palavras que gritam...
Eu estou tão profunda
Eu estou tão confusa
Eu sinto muito...

Apenas feche seus olhos
E me veja
Me veja
Veja eu e você
Beijando-nos
Abraçando
Me abrace agora.
Pegue minhas lágrimas
E jogue-as longe
Apenas feche seus olhos
E você saberá
As asas podem estar quebradas
Mas aqui o tempo nunca pára
A energia será passada
De mão a mão
Mente a mente
Coração a coração
Nunca acabará
Como nós estamos
Como nossos corpos
Num som frenético
Numa dança frenética
Dança de Deuses...?
Dança de Demônios...

E eles ainda dirão por aí
Que nós precisamos de ajuda,
Que nós precisamos de ajuda
Que eu preciso de ajuda...


(muahaushauhsuahasuhas)

Alecrim Crim
Enviado por Alecrim Crim em 22/08/2006
Código do texto: T222777

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dou os créditos a Julhana Pohlmann pois só ela entende seus textos. Visitem seu site no Recanto das Letras!). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alecrim Crim
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 27 anos
374 textos (14585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:05)
Alecrim Crim