Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mausoléu.

Entre...
nao tenha receio, a porta entreaberta deste mausoléu
é um convite sutil aos que nao tem medo;
Pode entrar, nao há por aqui vagando almas presas
entre a terra e o céu,
venha  conhecer as frias inscrições, sem pressa,
nao tema perturbar o silencio dos que aqui jazem
e quem sabe? uma visita?
sabe, a solidão pode ser muito maior para os que ainda vivem.
Venha ler as lápides, in memorium,
dos que há muito talvez esquecidos
que um dia amaram ou foram amados.
Venha, nao receie o sono dos que a morte embala,
a todos ela ceifa, um por um,
so nao sabemos nós quando seremos  preteridos.
Na úmida escuridão jaz o rico, o pobre...no ventre do sono
sem sonhos , nenhuma voz, brado ou som, tudo se cala
sopra apenas ondulante a brisa , ciciante
serpenteando sobre as letras impressas na laje pétrea.
Quem foram aqueles cujos ossários aqui repousam?
Podem responder somente as tumbas frias,
seus nomes, datas, nada mais restaram,
ficou deles alguma lembrança etérea?
Entre...
nao tema o silencioso mausoléu...
para mim e para ti é tão somente
um monumento a morte, a uma recordação do ausente;
nao há almas vagando entre a terra e o céu.
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 22/08/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T222786
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34956 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:16)
Liane Furiatti