Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escadarias de Odessa

ESCADARIAS DE ODESSA.

Quando era adolescente
De óculos e espinhas na cara,
sonhava com uma mulher
de vinte e oito anos
Olhava-as de longe,
de longe as venerava
como deusas
deusas da tela
divas do cinema mudo
Lilians Gishes divinas
Claudias Cardinales macias
gigantescas na tela
gigantescas como a mãe natureza
cujas filhas passeavam pela Terra
Perfumadas, ajeitando os cabelos
Balançando a barra das saias
Revirando o meu coração
Como estrelas do cinema mudo
quanto menos falassem melhor
Mais lindas, mais misteriosas
e se falassem
Que falassem francês
que entortassem a cartola
Como Marlene Dietrich.
Que olhassem com os grandes olhos
De Edna Purviance
enquanto a legenda mostrava;
Je t'aime.
Quando eu era adolescente
Era fácil descer as escadarias de Odessa
com os cossacos atirando atrás.
Carrinhos de bebê rolavam pelos degraus
e grandes olhos, bocas abertas de terror,
Braços que carregavam a vida morta,
Mostravam o valor de uma mulher.
queria falar e não conseguia
queria gritar e não podia
O filme era mudo, o grito era adivinhado
O amor era o sonhado
Uma mulher de vinte e oito anos.

Ainda hoje
continuo querendo
uma mulher de vinte e oito anos
as escadarias vencidas num momento
Subindo, sempre subindo,
enfrentando aqueles malditos cossacos.
Até chegar lá  em cima
E  acenar
para a câmera
embaixo.


#Referencial.

Lilian Gish, atriz do cinema mudo; grandes e belos olhos; protagonista de filmes de D.W. Griffith;1919(?), O Nascimento de uma nação, Intolerância, Orfãs na tempestade.

Claudia Cardinale, atriz italiana dos anos 60 e 70, com papeis de destaque em filmes de Fellini (Oito e meio) e outros. Creio que Caetano Veloso a ela se refere também como "Cardinale  macia"
.
Marlene Dietrich, atriz alemã, célebre por "O anjo Azul"(1929?). Migrou para os Estados Unidos, nos anos 30.

Edna Purviance, a eterna companheira dos filmes de Chaplin (Carlitos).

Escadarias de Odessa, referência a sequência famosa do filme "O encouraçado Potemkin", de Serguei Eisenstein, filme russo-soviético(1925?). Vários versos se referem 'a sequência.








Jacques Levin
Enviado por Jacques Levin em 22/08/2006
Reeditado em 24/08/2006
Código do texto: T222874

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o link do autor e o link da obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jacques Levin
Vassouras - Rio de Janeiro - Brasil
1171 textos (104447 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:14)
Jacques Levin