Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Sabedoria Que o Tempo Traz

Juquinha Pandiá era homem de pouco estudo. Passou tempo curto na escola, mas conseguia rapidinho juntar as letrinhas e formar as palavras. E foi assim, sozinho, que aprendeu um montão de coisas. Lia tudo o que lhe passava pelas vistas. Até que resolveu enfrentar a Bíblia. De cabo a rabo em poucos dias. Releu. Gostou tanto que começou a freqüentar igreja com ar de autoridade. Entrou para a Irmandade do Santíssimo e depois para a Conferência Vicentina. Não perdia uma reunião para mostrar seus conhecimentos bíblicos. Virou o orador oficial das duas agremiações.
 
Fama do Pandiá passou a correr na cidade por causa dos seus conhecimentos bíblicos. Fazia citações de cor e salteado, a torto e a direito, menos em presença do vigário. Como ninguém se dava ao trabalho de conferir, ficava tudo por isso mesmo. De vez em quando cascava citações bíblicas nos seus discursos que viravam sermões só para ver, sentir e se gabar do seu domínio sobre a platéia. Meninos assustados se enfiando debaixo da asa das mães, mulheres chorando, homens se convertendo, casais se reconciliando, tudo por obra e graça de são Juquinha Pandiá.

Um certo dia, a grande notícia. O senhor bispo, a maior autoridade das redondezas, iria visitar cidadezinha do Pandiá. Tabuí estaria em festa. E quem melhor para saudar sua Reverência?

Juquinha preparou o discurso. Vários dias antes estava pronto para descascar a verborréia na autoridade. Senhor bispo chegou. O orador, todo cerimonioso, começou a soltar as palavras aos borbotões. Era depois do almoço. Sua Reverência, como tinha abusado muito do frango frito com farofa e maionese, cochilava... Na emoção de presença tão importante, não é que o Pandiá foi esquecer o melhor do discurso? E resolveu, aproveitando o cochilo de sua Reverendíssima, inventar alguma coisa para não fazer feio perante a platéia conterrânea.

- ... A vida, meus irmãos, é uma cebola que se descasca chorando, conforme está escrito em Marcos, Capítulo 20, versículo 20...

O bispo abriu um olho meio assustado... Abriu o outro também. Olhou interrogativo pro Padre Anacleto que dormia sono solto acalentado pelas palavras do Pandiá. Rapidinho a autoridade consultou umas folhas da Bíblia que tava de folga no seu colo e deu um pulo na cadeira, todo vermelhão.

- Mas, figlio mio, in Marcos não tem o Capítulo 20...
Juquinha Pandiá, todo convicto, nem deixou o bispo terminar a frase. E sem perder o rebolado, arrematou:

- Não tem, mas bem que podia ter, sua Santidade!... E, afinal, eu tô falando de cor e o senhor tá com o livrinho! Isso é deslealdade!...

Eurico de Andrade
Enviado por Eurico de Andrade em 24/08/2006
Código do texto: T224004
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eurico de Andrade
Brasília - Distrito Federal - Brasil
46 textos (13791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:21)
Eurico de Andrade