Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BANCO DE PEDRA

O BANCO DA PRAÇA
GELADO COMO AS NOITES DE INVERNO
É FRIO
QUE NEM A MINHA ALMA
OS MEUS PENSAMENTOS FLUTUAM
AO SOM DE CARLOS SANTANA
QUE DESAFOGA MEUS DESENCANTOS
A REPETIÇÃO DE CADA NOTA
É A VERDADE PARA SER DITA
E SER ACREDITADA
NO SOLO DE UMA GUITARRA
QUE FALA COMO A VIDA É
AH!
COMO  É BOM ISSO
QUANTO MAIS SÃO OS COVARDES E CINICOS
QUE ME ENFRENTAM
MAIS FORTE EU FICO
NASCI PARA VENCER
JAMAIS PERDER
Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 06/06/2005
Reeditado em 20/06/2005
Código do texto: T22460
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:47)
Milton Nunes Fillho