Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meio tempo

Plantar uma árvore,
limpar um cinzeiro,
ser poeta, pintor ou vinhateiro,
analfabeto ou letrado,
culto ou cultivador,
tudo é viver a tempo inteiro.

Meio tempo é viver o passado
como fosse o futuro.

Partir num comboio de regresso,
cantar um poema, calado,
alumiar com um foco apagado.

Dar à luz sem criança no ventre,
viver o passado como fosse o presente.

Dedicar uma canção ao vazio.
Pescar na pedreira.

Ser Rei sem trono,
cadela sem dono,
noite sem luar,
mundo sem mar.

Quisera ser anjo,
palhaço ou actor,
letrado ou poeta,
culto ou cultivador.

Mas parto vazio
Prá cova esperada.

Que seja no rio,
Que seja no frio
sem roupa, sem nada
Manuel Paulo
Enviado por Manuel Paulo em 26/08/2006
Código do texto: T225982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel Paulo
Portugal
29 textos (688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:03)
Manuel Paulo