Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Laivo da Solitude


Laivo da Solitude



Do que vale a minha pena, traçar versos de esperança?
Pois veja, eu já sei! No meu não saber de mim, ris na companhia de um outro alguém, as lágrimas presentes no meu deserto de magoas.
Cada verso que ressoa, por que ainda hoje distante á século e anos luz, tudo que é teu fica dentro do meu eu?














Amanhã
Caetano Veloso



...
Amanhã
Está toda a esperança
Por menor que pareça
Que existe é pra vicejar
Amanhã
Apesar de hoje
Ser a estrada que surge
Pra se trilhar
Amanhã
Mesmo que uns não queiram
Será de outros que esperam
Ver o dia raiar
Amanhã
Ódios aplacados
Temores abrandados
Será pleno, será pleno.
Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 28/08/2006
Reeditado em 29/08/2006
Código do texto: T227244

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67754 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:42)
Jane Krist Coffee