Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio Cálix


Em mãos, houve um brinde! Cálix vazio...
Sorvido o vinho...Saciado o corpo,
Ficou a sede, nos lábios tremulam
As palavras que se perderam na volúpia

Nas asas da paixão, rubra e borbulhante
Mergulhou a alma e o gosto amargo
Tomou-me o corpo que em agonia
Vive à revelia da morte que chegou

Ontem verso vivo, hoje
Faço-me reverso e acompanho-me
Em brinde ao abandono que invisível
Enche o cálix nas noites sem amor!
elisasantos
Enviado por elisasantos em 29/08/2006
Reeditado em 30/08/2006
Código do texto: T228177
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24472 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:48)
elisasantos