Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" E s t a ç õ e s "



O inverno chora suas últimas lágrimas

E a chuva fina não perdoa

Frias e geladas madrugadas

São boas pra chá, filminho e cama.


Ah! como é bom cama no inverno

Mas estas noites de frio e cama

Saberão abrir suas janelas e portas

E nos devolver noites de luzes


Dias atrás, me apanhei olhando folhas,

Aquelas todas que o outono espalhou

Amareladas, avermelhadas,

Ressequidas, desidratadas.


Eram tantas que perdi a conta!

Tão gostoso andar sobre elas

Ouvindo aquele estalido

Leve e curto, virando pó.


Venta vento... Faz friagem

Logo tudo se modifica

É agosto chegando ao fim

Todo ano é sempre assim.


Esperando com paciência

O colorido retorna

As flores da primavera

Chegarão no mês que vem

 
E as almas esperançosas

Recolherão como a minha

Rosas, dálias ou jasmins

Renascidas em todos os jardins

 
O sol  em cena a aquecer

Como ator principal

Astro rei do amanhecer

Fica até o Carnaval

 


Eliana Braga
Gaivot@
Campinas/SP/Brasil
30/Ago/2006
00:19hs
Gaivota
Enviado por Gaivota em 30/08/2006
Reeditado em 31/08/2006
Código do texto: T228502
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gaivota
Campinas - São Paulo - Brasil
115 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:26)
Gaivota