Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOI-ME A ALMA

DOI-ME A ALMA
Victor Jeronimo

Homens em busca do lucro facil
Homens lutando pelo seu quinhão
Dirigentes sem vontade ambiental
Assim vai morrendo uma nação
Assim se vai desertificando um país
Assim vai morrendo o mundo.

Nosso querido lar, que foi feito de ti?
Ozono, oxigenio, hidrogenio, água
Petroleo, carbono, quimicos, atomos
Lixeiras industriais, lixeiras domesticas

E agora?
Que vai ser de ti meu lar?
Que vai ser de ti minha descendencia?
Que vai ser de ti meu mundo?

Pobre homem que em tudo o que tocas
Se desfaz, se termina,
Morre...

Não soubeste cuidar da herança
que legaram oe teus ancestrais.
Que por divina mão te foi entregue
e que por sabedoria deverias conservar.
Victor Jerónimo
Enviado por Victor Jerónimo em 30/08/2006
Código do texto: T228575
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Jerónimo
Recife - Pernambuco - Brasil, 67 anos
82 textos (5697 leituras)
4 e-livros (176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:12)
Victor Jerónimo