Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTRO-VÉRSIA

“E aqui estamos nós, náufragos desse mundo louco – pensei.

 Caras de vinte e poucos anos bebendo numa noite de inverno e se aquecendo mutuamente com o calor de seus corpos porque não há outra fonte de calor em lugar algum.

Órfãos dessa paranóia, filhos da bomba (quem já disse isso?), netos dos holocaustos, primos dos vietnamitas, dos afegãos, dos libaneses, dos nicaragüenses, brasileiros das secas e das cheias, dos trombadinhas, do carnaval, do "a gente dá um jeitinho" , do "somos o país do futuro", ah sim, somos o futuro.

Mas que futuro nos espera?
O que há atrás daquela porta que abrimos?
O que será de nós?
O que querem  de nós?
Quando vou poder deitar e fechar os olhos,sem pensar mais?
Queremos lutar contra o relógio bomba da sociedade, que quiz ganhar o mundo e só se destruiu.
É mais facíl,largar a responsabilidade de organizar um país, nas maos dos jovens, quando ao nao termos feito nada,fracassamos.
E assim a sociedade vai evoluindo de geraçao em geraçao,tomando "COCA COLA" e assistindo o Faustao.

VIVIAN RENCK PIANALTO
VRENCK
Enviado por VRENCK em 02/09/2006
Reeditado em 21/01/2008
Código do texto: T230796
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
VRENCK
Nova Caledônia, 35 anos
54 textos (2592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:08)
VRENCK