Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A aurora da minha vida




A aurora me chama...
E com seu misero calor me acorda e me tira da cama,
E me leva ate o caminho onde não há mais amor.

O vento sopra o meu rosto e uma lagrima com ele vai
Assim como o tempo que com ele se foi.

Tenho um longo caminho a percorrer
E sei que em um caminho sem amor eu irei sofrer.
A cada distancia que percorro nasce uma flor vermelha

E me sinto sozinha e perdida como uma estrela
Em uma constelação desconhecida.

Estou indo à direção da aurora da minha vida.
Que hoje renasce outra vez, com desejo de ser feliz.
Olho para trás e vejo só nevoeiro de um passado triste.

Queria que você visse o que fizeste com minha vida querida
Em um golpe de crueldade destruiu meu coração.

Fez-me acreditar no que não era verdade, me desiludiu,
Sem nenhum pouco de compaixão.

A aurora me chama...
E me fala que a minha vida renascer
As noites e as trevas se foram,
Você se foi
E depois de tudo isso, sei que tenho o direito de viver.

Vou caminhar, mas não sei ate quando...
Mais quando o sol nascer com minha vida já estarei.

Tenho o direito de sonhar,
Eu não quero mais sofrer
Vou em busca do que me da a esperança de viver,
Vou neste caminho, pois alem do horizonte esta minha vida querida.

Vou no desejo de encontrar
Vou em busca da aurora da minha vida.

(Midiã Couto Matias Pimenta)
midiã couto
Enviado por midiã couto em 04/09/2006
Reeditado em 25/09/2006
Código do texto: T232551
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
midiã couto
Goiânia - Goiás - Brasil, 29 anos
5 textos (280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:28)
midiã couto