Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NADA É PARA SEMPRE

SOPRA O VENTO
Gelido neste dia,
Segredos guardados,
Que o poema denuncia.

SOPRA O VENTO
A minha despedida,
De alma partida, estremeço,
Busco abrigo no meu refúgio,
Tudo está ainda mais vazio.

SOPRA O VENTO
O tempo que é destino,
Adormeço em minha tristeza,
Aceitando a minha sina.

SOPRA O VENTO
O nascer de um novo dia,
Trazendo o seu alento,
Na certeza dessa vida.

SOPRA ENTÃO A BRISA,
a dizer-me simplesmente,
Que nada é para sempre,
E que um dia... tudo termina.

05.09.06

Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 05/09/2006
Reeditado em 07/05/2012
Código do texto: T233342
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:08)
Sonia Ferraz

Site do Escritor