Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

d e s t i n o

A mente tenta libertar-se,
De tudo por que lutou.
A porta está aberta,
De luz branca enfeitiçada.

Corpo seco de ar,
Gaivotas percorrem o túnel.
A flor quer cheirar,
O mel largado da abelha.

Mundo insípido,
Lento nas suas voltas.
Do centro da terra vê-se tudo,
O céu aberto de pingos de chuva.

Mãos que se abrem,
Para um destino penoso.
Nada mais resta,
Senão fechar os olhos.
Isabel Fontes
Enviado por Isabel Fontes em 05/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T233429

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Isabel Fontes
Portugal, 41 anos
417 textos (61600 leituras)
9 áudios (676 audições)
3 e-livros (266 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:09)
Isabel Fontes