Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA BOBO

Um pássaro-equilibrista

     -muito louco-

num vai e volta sem fim

apaixona-se por uma flor.

   -O poeta delira!
-diz constrangida a razão-
 o pássaro, da flor,
 retira o néctar somente.

 -Assim mesmo...
 -Arremata o sentimento-
 o bichinho fascinado
 parece ser a presa.
   
   Às vezes coincide
   coisas de gente com bicho...
   coisas de bicho com gente.
Ana Másala
Enviado por Ana Másala em 05/09/2006
Reeditado em 07/09/2006
Código do texto: T233555
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Másala
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
119 textos (10179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:30)
Ana Másala