Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Procura-se


Já caminhei
Andei
Cansei
E nada achei...
Só vi migalhas
Restos de sentimentos
Largados pelo chão
Fui juntando os pedaços de mim
Que iam ficando
Sensibilizando-se pelo caminho...
O tempo e a solidão
Fiéis companheiros
Chamavam o vento
A cada lágrima caída
E assim eu ia
Deslizando pela vida
Então acordei
E me vi nos braços de um estranho
Que me jurou amor
E me plantou uma semente
Que brotou em mim
O mais puro ser
E agora livre
Asa sem rumo
Não tenho mais ninho onde pousar
O tempo e a solidão
Não os encontro mais
As lágrimas me inundam
Nesta prisão que a chave
Ficou perdida
Nas longas e infinitas caminhadas
Desta minha obscura vida...

                                                 N.F.S
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 06/09/2006
Código do texto: T234436

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68611 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:12)
Nelciene Santos