Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rumo ao infinito

Ela veio ao meu encontro.
Veio assombrar-me
Assustar-me com seu amor
Com seu beijo.
Aquele doce beijo
Que tragou minha alma
Que roubou minha esperança
Que injetou ao meu paladar o sabor amargo da dor
Da desilusão
Confusão
O doce sabor daquele beijo
Que de tão doce tornou-se amargo
Como fel
Acabou.
A insanidade será meu fim
O infinito será meu caminho
Caminharei por ele,
Constante
Vagarosa
Deliberadamente
Sem preocupar-me com limite
Sem fronteira
Sem caminho
Sem fim, infinito.
A insanidade será o caminho dos sábios
Será também o meu caminho
Por onde me conduzirei
Também onde verei
Os pássaros,
Que há tempo não via,
As flores,
Que já não reconhecia,
Os campos,
Que não existiam.
Sentirei o vento,
Que com medo se escondia,
O sol,
Que já não mais nascia.
Caminharei pelo caminho que não tem limite
Nem de um lado
Tão pouco de outro
Tão pouco
E pouco
Pouco.
Até o fim dessa longa jornada
Que me conduz este caminho infinito
E sem limites...
À estrada!

JASN
Enviado por JASN em 09/09/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T236467

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JASN
São Carlos - São Paulo - Brasil, 28 anos
17 textos (1110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:11)