Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Réquiem pelos vivos (III)


                    “as rochas, lá longe, dormem”
                                    Jorge Vicente


Os grandes movimentos
iniciam-se no torpor da melancolia do passado
reduzido à essencialidade da ressonância do silêncio.

Não há lonjura nem proximidade
Nem faz sentido falar de amor ou de sofrimento moral
perante corpos decompostos .

Da guerra, só resta a razão para haver ódio

Manuel C. Amor
Rio Maior, Agosto, 2006.
Manuel C Amor
Enviado por Manuel C Amor em 10/09/2006
Código do texto: T236659

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel C Amor
Portugal
46 textos (680 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:02)
Manuel C Amor