Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Bruma

Nos sombrios contornos que envolvem a madrugada
Em passos lentos e sorrateiros
Aproxima-se a fera da sua presa!
Arrepio na espinha percorre todo corpo
Em choque, tremor causa espasmo momentâneo.
Mãos cálidas e ásperas são garras de aço
A respiração ofegante desfalece toda defesa.
Entrega e submissão acelera a paixão
Que em fúria desmedida acende a volúpia!
Corpos dançam como em brasa
Loucos, enroscam-se em perdições.
O frio breu anuvia a atmosfera
Escondendo nas trevas o prazer do pecado
Adultério marca o momento
É nitidez que encobre a nudez.
O ar corre ligeiro soprando ao mundo
O bramido que ecoa do gozo profano.

Jamaveira 

Forma e Luz de Uma Irrealidade Autor: Tanda Melo Galeria: Abstrato
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 11/09/2006
Reeditado em 14/09/2006
Código do texto: T237680
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:35)
Jamaveira