Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


POBRE POETA




Pobre poeta,
poeta pobre
quis ser nobre
mas é borboleta

Sonhos , pensamentos
Seus maiores lenimentos
ora, tortuosos
ora , prazeirosos

Seus versos
Perseguem-no
e seu universo
é tão disperso

Aflora da poesia,
muita fantasia
na real,
o poeta vai mal

Não chores poeta!
quando morreres
serás letra de canto
de muitos amores


Malubarni
Enviado por Malubarni em 11/09/2006
Código do texto: T237858

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118378 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 00:58)
Malubarni