Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU LENÇO

MEU LENÇO
FLAVIO MPINTO

Hoje vou buscar
O meu lenço colorado
Encarnado
Como o dadivoso sangue farroupilha

O quero enrolado
Com um nobre nó no pescoço
Que não se desfaça
Com qualquer maledicência
Pois com a consciência
Daqueles que me antecederam
E não correram
Das suas responsabilidades
Fizeram pátria desta terra
Com suas personalidades.

Hoje, com meu lenço colorado,
Mostro que não me entrego
E com minha pilcha carrego
A semente farrapa
Da luta por um ideal
O da igualdade, fraternidade e humanidade
Neste torrão bendito.

Tarefa descomunal
Mas não para um índio
Disposto, justo, corajoso
E perfeito, por sinal.


Aos fraternos amigos do Mala de Garupa.
( Porto Alegre, Acampamento Farroupilha,12 Set 2006)
FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 13/09/2006
Código do texto: T239099

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:11)
FLAVIO MPINTO