Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cachaça

Um gole, um trago.
A sede que mata
e trago que mato
esta sede. Torpor!

 
Bebida, sorvida,
maldita cachaça,
que mata essa sede
e me mata. Que horror!
 

De dia, de noite,
essa sede me toma
e eu tomo a cachaça
e me salvo da dor!
Giovana Damaceno
Enviado por Giovana Damaceno em 13/09/2006
Código do texto: T239330

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Giovana Damaceno
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
106 textos (7961 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:17)
Giovana Damaceno