Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTIDO DE SER

Todo dizer é novo,
porque em todo dizer
o modo de ser não é igual.
Isso não é uma afronta
nem uma disputa...
é apenas a realidade
que desponta a cada momento,
pois cada momento é e será sempre novo.

Tomemos cuidado de sermos novos também;
Para não corremos o risco
de envelhecermos antes do tempo.
E haja tempo,
curto...
com seus espaços
que parece uma eternidade...
principalmente quando tediosos.
Porque somos insatisfeitos,
contingentes,
imperfeitos,
mas cheios de auto-suficiências...
Coincidência ou não,
assim somos nós em nós mesmos.

É muito bom parar pra pensar.
Pensar o quê?
O que somos de fato...
“imagem e semelhança de Deus”;
ou mera caricatura,
“cadáver” ambulante,
esperando a morte chegar.

A vida sem o seu sentido eterno...
É loucura racional...
É lacuna existencial previsível...
É o que de mais nefasto existe,
porque temos consciência
de que vamos morrer...
De que nada somos,
quando  nada esperamos
além da nossa tênue contingência.

“Eis que eu faço novas todas as coisas.”
Todas as horas,
todos os minutos,
todos os segundos
do presente e do devir...

Senhor é feliz
quem, com o coração,
ouve as tuas Palavras...
Verbo Eterno que és...
Sentido Eterno de ser
o que somos e nada mais.

 


Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 13/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T239474
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215297 leituras)
87 áudios (18785 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:00)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor