Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Horas Perdidas


Arrumo gavetas, prateleiras, jogo fora objetos
Que aproveitar depois, pensei.
Que mais a descobrir?
E nem cheguei nas fotos!
É preciso ficar mais leve, ter espaços ocos para
Elementos novos  se aproximarem de mim!
Quais as coisas que almejei fazer?
E o tempo?
Sempre exíguo demais!
Filmes e espetáculos se sucedem sem que possa vê-los.
Não, não pretendo a Lua e estrelas abarcar.
Só viver o moderno, atingir coisas belas
Um pouco maus.
E tudo me ultrapassa. Ando severa demais?
Crítica demais?
Envolvida por livros e cotidiano?
Ah! Os serviços que compramos,
Sempre verificando erros, conformo-me com a idéia de
Que a errada sou eu!
Falo daqueles que afetam nosso bolso, bem reais!
Preciosos minutos queimados ao telefone,
Atendida  por vozes metálicas.
Serão do Além?
Preciso de mais horas, dias, semanas.
Mais espaço de vida.
O futuro está a chegar e
E os momentos perdidos
Fazem o meu tempo se esgotar!
Marluiza
Enviado por Marluiza em 14/09/2006
Reeditado em 13/01/2007
Código do texto: T240035
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marluiza
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 72 anos
45 textos (1651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:22)