Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência
 
Elisa Santos
 
 
 
Perdida em sonhos perturbadores , sem bússola,
 pela madrugada ,navegando para a aurora e no tempo limitado do sonho
absorvo tua ausência pelos poros, circula em meu sangue  a desesperança
 que brota em narcisos, que desabrocham na solidão.
 
Do sonho expirados os limites, campeiam desertos, as ilusões,
como única compainha, refletindo a realidade confusa
que em tempestades de areia ofuscam-me a visão,
desnorteada foco fixamente o futuro, dissolvo em lágrimas o presente.
 
Em mirabolantes labirintos entranho-me em perspectivas
...delineadas no caos e em insolventes delírios no espelho,
vulto, ultrapasso espaços e desconhecidas galáxias invado.
 
Gélido mundo que recebe-me em similitude,
 como uma igual desergenizada da esperança transito na amargura
Dilacerando restos que possa encontrar de mim.
 
 
 

Publicado em 15/09/2006 às 00h35
 reescrito em 17/07/2010 ás 19:28/ RJ/RJ/Brasil
 
 
elisasantos
Enviado por elisasantos em 15/09/2006
Reeditado em 17/07/2010
Código do texto: T240540
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24472 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:57)
elisasantos