Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imaginação

Pensam que eu sou pobre,
Mas eu sou tão rica
Que, cada vez mais me multiplico
Em ouro, transformando tudo em moeda a esmo...
Como o próprio Midas
Existisse mesmo.
Falam que eu sou feia
Mas eu sou tão bela
Jura minha mãe quando vou vê-la
Sou eu o retrato nítido e preciso e real, do imaginário tipo do narciso.
Crêem que eu sou fraca
Mas eu sou tão forte!
Que não tenho medo de encarar a morte,
Essa verdadeira Fênix renascida nas passagens ida e volta pela vida!
Julgam-se ignorante
Mas eu sou tão sábia
Que dentro do meu cérebro encadeado cabe um pensamento, um sol, luz da imaginação verdadeiro Deus dos Deuses da ficção.
Dizem que sou louca
Atiram-me ao léu
Porque amo  as estrelas e as constelações do Céu
Que dão aos meus olhos esta luz inquieta...
Pensam que sou louca!
Não... eu sou poeta.
Delza Breder Nolasco
Enviado por Delza Breder Nolasco em 12/06/2005
Código do texto: T24058
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delza Breder Nolasco
Ilhéus - Bahia - Brasil, 92 anos
14 textos (963 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:45)
Delza Breder Nolasco