Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BORBOLETA EM MILÃO, MÁSCARAS EM VENEZA

A ti, a minha mais adorada borboleta, flor princesa imensa, mais profundo amor, maior Amiga:
          BORBOLETA EM MILÃO, MÁSCARAS EM VENEZA

A distância come-me a alma
E talvez te destrua a imensa beleza
Terás um dia
Talvez em breve
Para te alegrar

Borboleta em Milão, máscaras em Veneza

Porque
Foi uma viagem mágica
Apenas porque senti o teu perfume
Corrida louca
Como de costume
Onde vi coisas tão maravilhosas
Que até parece mentira contar
Espelhadas em postais
E palavras
Que a ti
Tive a honra de enviar
Mas também…
Lá tinha de ser
Eu e a minha busca
Para te animar
Resgatei a ruas imensas
Algo que valesse a pena
Descobri
Coisas
Que me lembrassem a tua natureza
Que levei
Com toda a dedicação
E imenso carinho
Jóias pelo prazer de dar
E que ficarão tão bonitas
Bem no teu ninho
Elas e os meus eternos poemas
Se nunca mais quiseres de mim saber
Serão parte do meu legado:

Borboleta em Milão, máscaras em Veneza
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 15/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T240683

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:21)
Miguel Patrício Gomes